segunda-feira, agosto 22

Vazio do Tempo



Vazio do Tempo 

Apanhado dormindo
Um apressado amanhã
Na longa sala de espera
Ausente do presente

Que chegará ao futuro
Cobrando de dentro do vazio
A morte do tempo numa prisão
De um passado de ilusão

(Carla Fernanda)

Imagem: jorgemiguelcs.wordpress.com

23 comentários:

Célia Gil disse...

Às vezes o tempo é mesmo esse vazio. É vazio o tempo de espera, o tempo em qe se está hospitalizado, o tempo que imprime sofrimento e, ao fim e ao cabo, tudo termina e nada fica impresso no tempo. Adorei!Bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carla
Ficar preso ao passado, é o mesmo que parar com a vida.
Bjux

Carla Fernanda disse...

O tempo foi feito para ser vivido no presente!
:D

Rô... disse...

oi Carlinha,

o tempo que se vive
bem e melhor é o presente,
visto o nome que ele tem:
PRESENTE...
não precisamos mais nada...

beijinhos
gelados

Leonel disse...

Vivo o presente, recordo o passado e imagino o futuro!
Aqui, graças a Deus, a temperatura caiu e agora está chovendo mansinho!
Boa noite, Carla!

Eduardo Medeiros disse...

composição metafórica muito rica!!

beijos

Katia Cristina disse...

Não dá para mudar o passado, melhor viver o hoje.

silvo disse...

El tiempo puede ser un gran aliado o un gran enemigo, beijinhos!

Simone MartinS2 disse...

Boa noite...deixe o tempo pra la, jogue o relogio fora e corra atras do tempo perdido sem demora...bjin...rsrsrs...Voce anda tao engraçadinha nos meus comentarios hein?rsrsrs...mas gosto assim mesmo!

AFRICA EM POESIA disse...

Belas palavras

Das pequenas coisas as grandes coisas.

Beijos

Mafia Sonora disse...

Lindo texto como sempre, eu tenho tentado utilizar muito bem o meu tempo, tanto que tem novidade no meu blog depois passa por lá, beijão Carla :-)

Toninhobira disse...

A vida urge esta recriação de animos para a nova que se abre,o passado é tão somente um espelho para repensar e seguir.Texto de reflexão amiga, com poesia,que não pára no tempo.
Meu abração na bela semana.
Meu abraço.
Bju.

Joakim Antonio disse...

O vazio do tempo espera, para ser preenchido, por quem decide plenamente viver!

Uma linda noite!

Xipan Zéca disse...

Nusss....

Esse gonócio me deu um "vazio"..
Num me apetece ficar oco de lembranças.

Deusssssssssssskiajude
Tatto

Majoli disse...

Affff, essa sou eu....

Carla querida, sem mais, só vivendo sua poesia nesse momento.

Beijos minha linda amiga.

Rosemildo Sales Furtado disse...

O pior é a incerteza de que esse amanhã acordará e se fará presente no futuro.

Beijos,

Furtado.

Bento Sales disse...

Carla, temos sempre que preencher o vazio do tempo para vivê-lo integralmente.
Como diz Victor Hugo:
"A vida já é curta e nós a encurtamos ainda mais desperdiçando o tempo."

Parabéns pelo poema!

Abraços!

Sandro Ataliba disse...

Ele não espera, não para, não perdoa. Simplesmente passa. E quem quiser que o acompanhe.

Van disse...

Oi Carla

sua poesia é maravilhosa, li algumas vou voltar com tempo para ler mais.

Vim através da Vivian do flores e livros.

Um beijo pra você.

Claudio Ariño disse...

Me da un sentido surrealista, aunque quizá me equivoque, muy bueno, breve y profundo.

Angela Fonseca disse...

Por vezes esses vácuos passam desapercebidos e, quando se vê... já foi! Atenção focada no presente não desperdiça o tempo - nem o aprisiona. Beijinhos, Angela
http://noticiasdacozinha.blogspot.com

Anônimo disse...

Farei uma melodia com acordes para esta poesia!
bjão, seu marido Marcelo.

Carla Fernanda disse...

kkkkkkkk....tô esperando Marcelo!
:D