domingo, abril 15

Raízes e Vozes

Hotel Cordeiro
Dom Silvério, MG (1909)
Primeira casa branca, esquerda (Hotel Cordeiro- Bisavô Ka Nunes)
A casa de andar, à direita, antes da igreja (Bisavô Juvelino Dias) 




 Raízes e Vozes

Raízes 
Matrizes
Para nascermos depois
Galhos, folhas e flores
Plantas de nós
Gente

Somente
Tudo raízes e vozes
Preenchendo indubitavelmente
O vazio do sangue de ontem
Corrente de nós futuro
Em outro amanhã

Semente
Raízes velozes
Início, resgate, encontro
Memórias que contam pessoas
Pai, mãe, avós, mobília
Cenários, família

Todos 
Raízes e matizes
Ensinam tanto que aprendem
História moldando no tempo
Florestas que crescem
Vós raízes de nós


(Carla Fernanda) 

Antigo Hotel Cordeiro, só mudou a cor

Atualmente residência
de um primo querido
 
As pedras dos meus primeiros caminhos continuam brilhando...

Foto 1 e 4: 
Bambino Costa
e Mário Roberto  Ferreira
 (Facebock)

77 comentários:

edumanes disse...

Raízes e matrizes
Passado e presente
Muitos vivem infelizes
Caiem as folhas morre a gente!

Nem tudo o que nasce cresce
Da planta nasce a flor
Se a raiz não apodrece
Da amizade pode nascer o amor?

Bom domingo,
Um abraço
Eduardo.

Arnoldo Pimentel disse...

Nascente do amanhã de nossa história (nesse caso a sua)e que continue escrevendo seu próprio livro.Ficou lindo o poema, as imagens.Um encanto.Parabéns, beijos.

Reinaldo Fonseca - Pascom Paroquial disse...

Olá! Fiquei alguns dias sem visitar os blogs dos amigos devido à falta de tempo, mas com grande alegria que vejo que continua lindo seu trabalho aki no blog através de suas postagens. A DIVINA MISERICÓRDIA, que hoje celebramos é garantia e força para o desempenho de nossa missão.
Grande abraço, uma ótima semana para vc, na Paz e no Amor de Cristo ressuscitado,

Reinaldo Fonseca
Paróquia São Pedro e São Paulo

Leonel disse...

Linda e bucólica cidadezinha, que parece saída de um conto de fadas...
Escondidinha entre as colinas, emergindo da névoa matinal...
Uma verdadeira Shangri-Lá, onde o tempo fica em outra dimensão...
Bem que merece este poema em seu tributo!
Linda homenagem!
Bom domingo, Carla!

Maria disse...

Lindissima homenagem.
Que igreja bonita.
Um excelente domingo e uma boa semana.
beijinhos
Maria

Simone MartinS2 disse...

Bom dia querida Carla.
Adorei ler tua historia misturada
a historia de tua cidade. Cores, nomes, raizes, lugares...Lindo demais descrita por voce em forma de poesia...Linda a tua cidadezinha,
grande em recordações e belezas naturais!
Voce como sempre, poeta multifacetada, diversifica as palavras e as transforma em belos poemas, contos e historias!
Amei...Bjinhos

Mary disse...

Nossas raizes, nossa base sempre.
bjs bom domingo

Parole disse...

Quem sabe de onde veio, sabe para onde vai...

Belas fotos, querida.Adorei!

Beijos.

Guará Matos disse...

Raízes históricas, culturais...
Raízes de nossas vidas.

Beijos.

Carla Fernanda disse...

Simone obrigada!
Bom domingo... mas, ninguém comenta no teu blog hoje não???? Kd os gadets comentários? Bateram asas?
Beijos!
:(

Luís Coelho disse...

Raízes, matizes são cores e aromas da quilo que somos.
Existe uma ideia muito bela de crescimento dentro do poema.
Tudo cresce e se transforma naquilo que é na actualidade

Bernardo disse...

Questionário no meu blog, participa:
http://apontamento-bernardo.blogspot.pt/

Facebook do blog:
https://www.facebook.com/pages/Apontamento/148429151889831

Crista disse...

O que seria de nossas vidas se não fosse o passado,nossas raízes???
Como sempre...postagem maravilhosa,como tu és!

R. R. Barcellos disse...

Seja na matéria ou no espírito, cabe a cada um de nós evoluir de semente a arbusto e árvore, produzir flores e frutos e sermos também raiz e solo fecundo.

Beijos.

Joana Neves disse...

olá amiga!:) Meu blog faz 2 aninhos e vim oferecer um miminho, para vc! Obrigada pelo seu carinho, gentileza e amizade, mais um aninho! Fico mesmo muito feliz por ter uma amiga virtual tão querida como vc! :) Uma semaninha feliz! bjinhos, Joana Neves
http://joana-neves.blogspot.pt

Su disse...

que linda e sublime história, brotando em letras, versos, amor, nostalgia... saudades foi o que senti...

lindo moça-poesia!

simplesmente lindo!

beijinhos.

Su.

Ricardo Miñana disse...

Hola Carla, siempre es grato leer tus bellas letras.
feliz semana.
un abrazo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela poesia...Espectacular....
Cumprimentos

Eduardo Medeiros disse...

Carla, que beleza, isso!!!

Como você consegui magistralmente fazer esse ele entre raíz e matriz que tanto nos toca e que enriquece nossas vidas.

Boa semana, amiga. beijos

Carolina disse...

Hola Carla Fernanda, um recuerdo conmovedor, e muito emocionante... uma belleza.
Beijos. Feliz lunes.

Toninhobira disse...

E assim refazendo a historia Carla,ignição na memoria que viva frutifica alimentando-se destas belas raizes.
Viajei nas fotos com belas lembranças.
Eita Minas!!!
Uma bela semana amiga.
Carinhoso abraço de muita paz e luz.
Beijo.

Magia da Inês disse...

São tão lindas essas recordações, assim como ficaram ainda mais lindas na sua poesia.
Beijinhos.
Minas.
¸.•°`♥✿⊱╮

Everson Russo disse...

Que se preencham todos os sentimentos, que se guardem sempre todas as melhores sementes, e que essas vozes tenham a força de gritar o amor ao infinito...beijos de boa semana pra ti amiga.

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!!

É nossa ancestralidade!!Carregamos nossas raízes dentro do coração!
Linda poesia, querida!!!!
Beijos!!!Boa semana!

Anônimo disse...

Belíssimo a construção das palavras e a beleza da poesia encanta com grande emoção.
Parabéns!

Túlio Marcos Teixeira

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Viajei no tempo, Carla. Lembra do meu conto em que um amigo e eu estivemos nessa gostosa DOm Silvério? MUito bom seu post. beijos.

reptilio disse...

a que bien que pudiste salir a dar el paseo

chica te mando la mejor vibra

que solo te pasen cosas buenas

nos estamos leyendo

Carla Fernanda disse...

Lembro sim Carlos!! Muito divertido! E vc até comentou que na cidade tinha muita gente linda e eu falei que deviam ser minhas primas...kkk
Obrigada!

Nilson Barcelli disse...

Somos sempre alguma coisa da influência dessas raízes.
E é bom que não as neguemos, antes pelo contrário.
O teu poema é magnífico, gostei imenso.
Carla Fernanda, querida amiga, tem uma boa semana.
Beijos.

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Buenas noches amiga Carla, llego tarde, discúlpeme, no dispongo de más tiempo.
Raíces, tiempo es lo que dan al hombre historia, calado, profundidad, que bien lo ha expresado.
Con ternura
Sor.Cecilia

Olinda Melo disse...

Boa noite, querida Carla

O lugar é lindíssimo, gostei muito das fotografias. Parece tudo calmo e sereno, tudo a condizer com as palavras maravilhosas do seu poema que celebra as raízes de ontem, de hoje e tudo o que faz parte da sua/nossa identidade.

Beijinhos

Olinda

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer minha menina!!!!!!
Seu post me lembra muito as coisas que eu gosto...relembrar passado,infatizar temas vividos,conservar esse passado nos faz acreditar no futuro,a pequena cidade com suas lembranças chegou a poetar...e que poema hém minha linda.
casamento perfeito ...
bjssssssssssss

Everson Russo disse...

Um dia maravilhoso pra ti minha amiga, repleto de paz e muita poesia pra alimentar a alma...beijos e beijos.

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Carla.

Nossas raízes...
Lindo e nostálgico!
Só de olhar, dá tanta saudade...

Essas nossas cidades mineiras, fazem parecer que tudo foi ontem! Ah...

Muitas bênçãos!

Beijos.

Smareis disse...

Carla,

Que visão , o lugar é encantador, as fotos ficaram muito bonita.
Nossas raizes, sempre estamos espalhando pelos ventos. Seus versos são uma homenagem. Beijos e ótima terça.

Suzana Fortes disse...

A riqueza de Minas e o que a torna especial e única está no coração dos mineiros...
Lindo!
Suzana Fortes

✿ chica disse...

Ficou linda a poesia de tuas lembranças e vida, misturadas com as fotos.Adorei!beijos,linda semana,chica

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Tudo bem?
Eu gosto...relembrar passado,ver fotos antigas, temas vividos.Lindas e bucólicas imagens da cidade. Lembranças que te fizeram escrever este lindo poema!
Boa terça!
Beijos

David C. disse...

Los lugares que conocemos también son fuente de una gran inspiración. Más cuando abunda la belleza ahí.
Saludos
David

Escritora de Artes disse...

Simplesmente lindo...

Tocou-me profundamente..

Bjos querida

Carla Fernanda disse...

Penso que para comentar assim Suzana, com tanta verdade, deves mesmo conhecer Minas com profundidade... lindo também foi seu comentário.
Obrigada e volte sempre!!

J Araújo disse...

Já estava com saudade de seus comentários. Dom Silvério já passei por esse lugar. Parabéns!!

Bj

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Oi Carla, gostei muito de conhecer essas tuas raízes.
Adorei a foto da igreja!
Bjs

Rosa Branca disse...

Passando aqui para retribuir a visitinha no www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com

Lindo seu blog, mensagens lindíssimas mesmo, estou seguindo.

Te convito a visitar meus outros blogs:
www.patyiva.blogspot.com
www.tentardecoracao.blogspot.com

Um abraço carinho e ótima semana!

Patricia

Graça Pereira disse...

Um poema que nos leva ás raízes da história e da memória.
Fotos belissimas de um passado relembrado nas palavras.
beijo
Graça

Mauro S disse...

Oi Carla, linda esta igreja, uma bela foto, quanto aos filmes,, quando são bons faço isso, um atrás do outro, como naquele sábado.
Seu marido gosta e você, também?
Beijos, Mauro

Carla Fernanda disse...

Gosto de bons filmes. O problema é que me sobra pouco tempo para apreciá-los com mais frequência.
Prefiro escrever...
Boa tarde Mauro!

lis disse...

As cidades do interior assim pequeninas são sempre uma doce lembrança pra quem viveu lá ou simplesmente se temos nossos queridos sob esses céus.
Linda poesia sobre essas raízes que crescem em nós, nos "moldando no tempo" literalmente .
Parabéns Carla,maravilhosa edição.
meu abraço

BRISA disse...

MENINA CARLA
TUDO BEM AMIGA? QUE BELO POST RECORDAR É VIVER.ENHO QUE DIVIDIR MEU TEMPO EM HOSPITAL COM FAMILIA INTERNADA. MAIS VOU VISITANDO OS AMIGOS AOS POUCOS.PASSANDO PARA DE FAZER UMA VISITA.QUANDO NÃO VENHO AQUI SINTO FALTA. UM GRANDE BEIJO
BRISA

Carla Fernanda disse...

Desejo plena recuperação de saúde para os teus Brisa!!
Obrigada pela atençao e carinho!!
(◠‿◠)

Jorge Ampuero disse...

Nuestras raíces siempre son las voces que hablan por nosotros. Certeros versos Fernanda.

Besos...

Desnuda disse...

Carla,

As fotos são lindas e o seu poema tem beleza no conteúdo e versos. Bela postagem!Minas Gerais é toda beleza, tradição, tranqüilidade, boa culinária e boa gente cercada de arte por todos os lados.

Sou "cariomineiraiba" rsrs. Vivo entre Rio de Janeiro ( onde nasci e resido), São Lourenço, Minas Gerais( minha segunda cidade adotada pelo coração) e João Pessoa, Paraiba ( terceira cidade adotada também de coração quando casei com um paraibano há algumas décadas).



Beijos com carinho. Obrigada pela visita encantadora.

Aleatoriamente disse...

Carla, muito bom! Amei teu texto.
Raízes são fortes, ainda mais quando fincadas por um sentimento nobre.

Beijo linda

Sonhadora disse...

Minha querida

As recordações são momentos que eternizamos dentro de nós...como sempre lindo.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Carla Fernanda disse...

Também sou mineira e vivo há 25 anos em Aracaju...kkkk

ELAINE disse...

Carla querida! Parabéns! Linda poesia! Nossas raízes são a nossa história! O nosso legado! Obrigada pelo carinho e pela visita lá no blog! Seja sempre bem-vinda! O "Blog Novo" não é um novo blog, é um espaço que criei dentro do blog para divulgação de blogs iniciantes e/ou com poucos seguidores.... Clica no selo do Blog Novo, que se encontra em todas as postagens e dá uma lidinha... Ficarei agradecida! Excelente quarta-feira! Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Daniel Costa disse...

Carla

O poema vem muito a propósito: "raizes e vozes", o poema está muito bem estruturado, adaplável ao bonito fado de Amália Rodrigues. A igreja de Nossa Senhora da Sáude se parece bastante com o Santuário de Fátima. Não fora a serra e sua mata podia confundir-se perfeitamente.
Beijos

Everson Russo disse...

Uma excelente quarta feira pra ti minha amiga, muita paz e muita poesia sempre...beijos e beijos.

José María Souza Costa disse...

Linderrima

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Oiee!!!Vim lhe visitar minha amiga e dizer que não será no próximo abril que vc será alvo de minha homenagem, será bem antes!!!Mas não fique triste por seu nome não estar nas árvores, vc e todos os amigos do blog eu carrego no pensamento e sempre zelo pela amizade, para que nunca esmoreça ou se perca pelas esquinas da vida...
Adorei seu poema, aguarde que logo a seguir postarei alguns meus no blog.fica com Deus minha linda, sucesso, sempre!!!Um bjo amigo, Rubi.

Carla Fernanda disse...

Daniel cresci ouvindo fado. meu bisavô José Nunes Cordeira era português e todos os seus filhos tocavam instrumentos musicais e cantavam. A casa dele ainda hoje também está do mesmo jeito (A de 8 janelas, lado dirito da foto, em frente a cruz). Então, na cada do meu avô Carlos Cordeiro, ouvíamos muiiita música portuguesa... gosto que minha mãe levou para nossa casa. A mamãe canta muito bem e quando volto ao tempo posso até escutá-la cantando fado.... saudades!!!

Anne Lieri disse...

Carla,que beleza de poesia recordando lugares onde moraram seus avós!Raizes que ficam no coração!Bjs e meu carinho!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Ah! as RAÍZES e VOZES !
Valores imensuráveis e inigualáveis.

Belíssima, postagem, Carla Fernanda.

Beijos,
da Lúcia

ONG ALERTA disse...

Assim se faz a história beijo Lisette.

Centelha Luminosa disse...

Poema e imagens, bastante harmonia nessa memória. Penso que estamos sempre tentando segurar nas mãos a areia de ontem. Ainda bem que temos a poesia pra eternizar lembranças.

Beijinhos da Lu...

Ives disse...

O passado é a raíz do nosso futuro, onde poderemos colher belos frutos! Amei a poesia Srta! abraços

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga, muita paz e muita poesia pra alimentar a alma...beijos e beijos.

Bernardo disse...

LIKEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Wesley Carlos disse...

Olá, Carla

Quanto tempo não nos comunicamos. Peço, inclusive, perdão pelo tempo ausente. Estava em semana de provas desde o dia 10 e elas só dissiparam hoje. Inclusive estou pensando em uma pré-desativação do blog, ainda não é nada certo, mas se for volto a comunicar-lhe, no mais o blog ainda estará aberto. Quanto ao seu poema ele é destacável. Poemas onde os versos são compostos as vezes por uma única palavra parece fazer nascer outras interligadas dentro de nós. Interessante isto, gostei da forma! Um Abraço!

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha linda menina!
Passando para deixar um beijo de boa noite!!!!!!!!

Lidi Horácio disse...

Oi querida...

Encontrei seu blog na blogosfera...
Adorei!!
Tô te seguindo.!

Me visite tbm.

Beijoquinhas :*
Ótima sexta-Feira \º/

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!!

Espero que esteja tudo bem poe aí, querida.
Beijos e meu carinho.
Bom finald e semana!

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde Amiga!
Hoje em especial
Parei um pouquinho
Para trazer o meu carinho.
E apenas lhe dizer muito simplistamente,
Muito Obrigado!
Obrigado por tudo, que Deus esteja sempre com você hoje e sempre e sempre...
Com todo o meu carinho o meu grande Abraço.
Maria Alice

AFRICA EM POESIA disse...

Carla

Deixo um beijinho e...Poesia

PIANO


Tocando ao piano em parceria
Sinto o piano, cansado da vida
Piano velho, num canto da sala
Piano que chora, quando lhe tocamos...

Porque o som das suas teclas
Brancas e pretas bem definidas
Sentem os anos e sentem a dor
Quando tocamos e nos delíciamos...

E este piano que pode ser
Piano de cauda ou piano vertical
E mesmo cansado nos deixa tocar
E deixa fechar os olhos e escutar...

E com muito carinho afagamos
As suas oitenta e oito teclas
Teclas de dó, ré, mi, fá, sol, lá, si...
Teclas de uma vida, cheia de luz...

E os nossos dedos percorram as teclas
Brancas e pretas, pretas e brancas
E assim em parceria tocamos
E deixamos o nosso sonho voltar!...


LILI LARANJO

manuel fernando disse...

Gracias mi buena amiga por acariciarme el corazón con la sublime belleza en cada verso de tú hermosa poesía, y por concederme el privilegio de ser testigo de ello. Que tengas un feliz feliz de semana lleno de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti minha amiga...beijos.

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Minha linda amiga!!!
Agradeço sua visita e saiba que vc será sempre bem vinda.E maio está chegando né? Acho que alguém vai ter uma surpresa...quem será???rsrs.Quero lhe desejar um ótimo fds amiga, tudo de bom para vc e os seus.Fique com Deus!Um bjo amigo, Rubi.