quarta-feira, agosto 10

A Pedra, a Luz e a Flor



A Pedra, a Luz e a flor 

A pedra que encerra
Fechada em si
O inteiro que guarda
De forma exata

É iluminada
Pela mesma luz
Que faz o botão
Abrir-se ao calor
Em forma de flor

Sem culpar a pedra
Por sua dureza
Ir além e ver beleza
Nem bajular a flor
Por sua nobreza
Frágil com certeza

Aprendamos com a luz
A valorizar semelhanças
Que ela claramente respeita
Nas diferenças

(Carla Fernanda) 

Imagem: saojoaquimonline.com.br

34 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Boa noite Carla...e nessas diferenças, voce consegue tecer a teia da beleza na conjunção de valores etnicos e morais, a diversidade...respeitemos pois...Bjin

Carla Fernanda disse...

Simone devemos aos franceses “Liberté-Egalité-Fraternité”.
A luta e a conquista dessas três palavras grandiosas que considero absolutamente primordiais para a humanidade....se fossem colocadas em prática....

Montserrat Llagostera Vilaró disse...

BOM DIA CARLA FERNANADA:
Como dice tu bello poema, ha6y que distinguir y amar a cada cosa tal como es.
Beijos, Montserrat

valquiria silveira disse...

Muito lindoo ...Amizade é muito bom ter... Melhor ainda, quando ganhamos amigos sinceros... Preservá-los então... Uma conquista...Bj no teu coração uma semana linda !

Mafia Sonora disse...

E todas as 3 formam uma linda paisagem e também um lindo texto, beijão Carla :-)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Um prazer vir aqui ler a sua poesia.
É bom ficar silenciosamente lendo.
Um beijinho
Irene

Arnoldo Pimentel disse...

Um poema mágico que traduz a simplicidade das coisas.Beijos

Su disse...

bom dia moça poesia...

que percepção mais bela... mais pura e mais poética... Só podia ser você mesmo a me mostrar coisas assim, simples e tão pertinho de mim...

Lindo!

Beijo bem grandão moça!

Su.

Andradarte disse...

Todos iguais aos olhos de Deus.....
Lindo e inspirado poema.....
Beijo

Galeote disse...

Carla, todos podemos vivir en este mundo, recibir esa luz y ese calor, de la misma manera que convive la flor en la piedra como en su propio árbol. Todos tenemos cabida y podemos adaptarnos si hay disposición, porque forma parte de la vida misma, desempeñando esa misión siempre en el respeto y la tolerancia.
Además la belleza siempre permanece visible, destacando más en la sencillez que en lo aparente y ostentoso.
Es algo que nos lo enseña con el ejemplo la propia naturaleza.

Un poema de inmensa luz moral.

Un abrazo poeta.

Simone MartinS2 disse...

Bom dia...como ate o momento nao teve poesia, passei so para desejar-te um lindo dia...Fique com Deus e bjinho em teu coração!

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Olá linda:-)
Vim com carinho te oferecer
meu Selinho do"Dia dos Pais"
espero que goste...

Lindo dia para você
beijos fica com Deus!

Marcelo disse...

Olá, Carlinha!
Lindo poema, vc lembrou dos nossos queridos companheiros de viagem, a Luz a Flor e as Pedras. A Mãe Natureza está enfeitando a cidade de Brasília com todos os Ipês-Amarelos floridos. Muito lindo.
Beijos. Tielo

Tunin disse...

A melhor da beleza é a simplicidade. O teu lindo poema sintetiza bem isto. Abração.

Vivian disse...

Olá,Carla!!!

Que possamos ser sempre luz!!
Belíssima poesia!!
Igualdade para todos!
Beijos

Joakim Antonio disse...

Realmente, a luz é para todos.

O que seria da flor sem um chão firme.

Beijo e ótima tarde!

Leonel disse...

Lindas divagações!
Uma boa tarde para você, Carla!
Obrigado pelos comentários atenciosos e carinhosos!

Misturação - Ana Karla disse...

Muito bonito Carlinha e luz para todos.
Xeros

Rô... disse...

oi Carlinha,

e não existe nenhuma diferença
entre elas,
as três tem sua beleza e encanto
próprio,
e nos despertam sentimentos
únicos...

beijinhos

RELTIH disse...

GRAN MENSAJE.
BESOS

Abuela Ciber disse...

Preciosos lo que compartes.
Una luz que ilumna a todos!!!
Tus palabras engalanan.

Cariños

Carla Fernanda disse...

Brasília deve estar linda vestida de amarelo Tielo!

✿ chica disse...

Que consigamos aprender mesmo e sempre...Lindo!"beijos,chica

David C. disse...

Debemos aprender a valorar lo bello de la vida.

Vera Lúcia disse...

OLá Carla,
Através da poesia desperta-se sentimentos de grandeza.
Lindo.
Beijos.

Orvalho do Céu disse...

Ola, querida karla
Ver beleza até na "pedra"... e olha que tem... cada uma linda!!!
Bjs de paz

Toninhobira disse...

E a luz se fez, iluminou sua mente nesta bela reflexão em poesia.Lindo Carla,belo voo.
Meu abraço.
Bju.

Joana Neves disse...

Olá amiga querida!
Antes de mais peço desculpa pela demora... :(
desde que cheguei de férias tenho tido muitas coisas para tratar em casa e ainda não tinha conseguido cá passar...
Mas estava já com mts saudadinhas suas!!=^.^= Passei também para trazer um miminho de amizade:
http://dl.dropbox.com/u/2444571/Meu%20Blog/2011%20extrinhas%20blog/mimo%20amizade.gif

Espero que goste:) bjinhos e bom restinho de semana:)
Joana Neves
http://joana-neves.blogspot.com

Magia da Inês disse...

°º✿
º° ° ·.✿♥ ° ·.
São as diferenças que dão encanto à vida.
Amei a fotografia.
Beijinhos.
Minas
✿✿♥° ·.
º°°✿

Camille disse...

adorei a analogia da pedra! lindo!
bjs

Bento Sales disse...

Carla, o grande barato da vida é ser tudo diferente, pois se fosse tudo igual, seria monótona, não teríamos beleza, poesia.

Parabéns pelo poema e pelo talento!

Ah, meu amigo faleceu, ao 27 anos, de uma doença incurável agressiva que lutava há dois anos, mas poucas pessoas da blogosfera sabia, nem eu.

Abraços!

Carla Fernanda disse...

Obrigada tá Bento!

Adrian L. disse...

Eu vim aqui através do blog da Ines, a magia daquela moça me encanta.

O teu blog "Amor Acordado" bonito nome. Eu, amor até a dormir...

Gostei muito dos poemas, visita o meu blog memso que seja com amor a dormires...

Majoli disse...

Carla querida, sua sensibilidade nessa poesia, saiu pelos poros de sua pele.
Um encanto, uma magia, que se fosse vivida por todos seres humanos, ah como a vida seria melhor.
Parabéns minha linda amiga.
Beijos.