quinta-feira, agosto 25

Dias Incomuns



Dias Incomuns

 Dissipo dores comuns
De dias incomuns
Partindo ao encontro
Dos seus antônimos

Onde existam tantos outros
Sinônimos do que preciso
E vivo por lá
Usando tudo 
Que me devo

(Carla Fernanda) 

Imagem: soldamanharj.blogspot.com

36 comentários:

Su disse...

bom dia moça que suspira a poesia... que encanta com as palavras, que levam a uma reflexão sempre tão profnda de nós mesmos...

...dissipo cores comuns de dias incomuns...

belíssimo!

beijo bem grandão amiga querida!

Su.

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!!

E como tem dias assim...ultimamente, os tenho muito!!!!
Lindo como colocaste em versos!!!
Beijos pra ti!

Parole disse...

... e assim seguimos, dissipando dores comuns
de dias incomuns.As dores são sempre as mesmas, só os dias é que mudam... BELÍSSIMO!

Beijo

ONG ALERTA disse...

Amiga cada palavra no seu lugar, beijo Lisette.

Dja disse...

Hum também tenho vivido dias assim e acho que muitos outros também, mas é sempre levantar e seguir em frente, o sol tá no mesmo lugar todos os dias, mesmo que exista nuvens que não deixem a gente ver ele.

beijos, um ótimo dia pra vc, meu carinho.

Entrevidas disse...

Feliz sem dores e sem ais amiga! quero desejar a voce muita paz e muita luz. Beijos

Felipe Paulo disse...

Bom dia Carla,

Que bela poesia. Partir em busca do que faz feliz é o melhor caminho, acabando assim com as dores; pode ser o antônimo da dor o amor, e usufruir desse afeto sem fim.

Bjs, abençoado dia cheio de paz.
PS: Obrigado pelos teus comentários.=)

Universo Paralelo disse...

Como sempre muito bom passar aqui e ler-te, é maravilhoso, o meu dia tem mais sabor, beijos e bom dia!

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Precisamos mesmo ir diddipando "dores comuns" "partindo ao encontro de seus antónimos"! Lindo, como sempre! Bjs

silvo disse...

Buena forma de llevar esos días, beijinhos!

Leonel disse...

Tadinha da Carlinha, sentadinha na beira da linha, com essa chuva!
Vou mandar um trem-bala recolher ela, agora mesmo!
Abraços, Carla!

Carla Fernanda disse...

kkkkkkkkkkk.... Tô esperando a AVE espanhola....kkk

PATRICIA PALLERES disse...

Holaaaa Carla!!!
Como siempre preciosas las palabras que salen de tu tierno corazón...
Estaré un tiempo ausente ...pasa a buscar un premio !!!

Antony Sampayo disse...

A veces los dolores comunes también son fuente de inspiración.

Besos.

RELTIH disse...

MUY NOSTÁLGICO TEXTO.
UN ABRAZO

zelia maria disse...

Passando, cumprimentando, lendo e gostando do que li. zélia

♫*Isa Mar disse...

Oi Carla, lindo seu poetar, e como é bom expressar em versos o que nos vai na alma.
Beijos no coração!

José Sousa disse...

Minha amiguinha Carla!
Não sei o que lhe dizer, pois sempre vc coloca lindos poemas!

Um beijo grande em teu coração.

Marlene disse...

expressar em versos oque vai na alma nos torna mais felizes mais ternos e leves como o vento
lindo seu poema amiga meu carinho para voce bjs marlene

Vera Lúcia disse...

Olá querida,
Bela colocação de palavras em sentimentos.
Beijos.

Bento Sales disse...

Carla, vivermos dias incomuns com os melhores sinônimos de que necessitamos é o que deveríamos sempre buscar enquanto vivemos.

Pequeno poema, mas de grande conteúdo!

É mesmo maestrina da poesia.

Abraços!

Phivos Nicolaides disse...

Lindo!!!

Majoli disse...

Oi minha querida Carla.
Ando nessa, dissipando dores comuns, nos meus dias incomuns...
Linda poesia, na qual penso que muitos de nós nos encontramos.

Beijos com carinho.

Lúcia Soares disse...

olá Carla lindo seu blog. tenha uma bela noite bjs

Mona Gouvea disse...

Linda poesia,abraço.

Carla Fernanda disse...

kkkkk...imagina Bento! Só coloco alguns pensamentos no papel, para livrar-me deles...kkk
Mas muito obrigada pelo maestrina. Quem sabe um dia chego lá né?
Bj

Alessandra disse...

Olá!
Queria convidar para o novo sorteio lá do blog!
Brinco CAROL GREGORI !
http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/2011/08/quero-falar-da-nova-parceria-do-blog-o.html
E tem mais sorteios:
Uma blusa da Lili Davys!
Veja aqui: http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/2011/08/lili-davys-8-sorteio-do-blog.html
Pincel Sigma: http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/2011/06/4-sorteio-do-blog.html
Kit Mococa: http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/2011/07/1-sorteio-mococa.html
Kit Querido Jonh: http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/2011/08/editora-novo-conceito-6-sorteio-do-blog.html
Tela réplica da A Noite Estrelada,de Van Gogh: http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/2011/08/7-sorteio-do-blog-tela-noite-estrelada.html
Beijos
Alessandra
BLOG:EU TENHO PRESSA E MUITA COISA ME INTERESSA!

Rô... disse...

oi Carlinha,

quando se escreve com o coração,
até mesmo os dias incomuns,
se tornam melhores...

beijinhos

Simone MartinS2 disse...

Boa noite querida Carla...mas sempre procuro nos antônimos, meus sinônimos, pena que nunca os encontro...Somente encontro os "Antonios e simones"...rsrsrs
Para rr um pouco..bjin e fique com DEUS!

Carla Fernanda disse...

kkkkkkkkkkkkkkk...é????
Assim Simone???
Simples se fosse!!!
Como um doce!!!
kkkkkkkkkkk

Literatura & Companhia Ilimitada. disse...

Belo poema. Só que um tanto metafórico.

Beijos,

Rosemildo Furtado.

Joakim Antonio disse...

Dias incomuns são bons para brincar com as palavras.

Ela adoram formar poesias :)

Beijo e ótima noite!

Everson Russo disse...

Dias incomuns, sentimentos comuns,,,amor que toca o peito, desejo que aperta a alma,,,grande beijo de bom final de semana pra ti querida.

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!!!

Vim deixar um beijo e meu carinho!!!
Tenha um ótimo final de semana querida!!!

Emíliana disse...

Textos curtos com grande conteúdo.Meus dias tem sido tão incomuns que já me adaptei à eles os tornando comuns.
Bjka

Toninhobira disse...

Adorei a imagem inspiradora Carla,para dias assim, perdido numa plataforma, as lembranças chegando e se jogar neste amigo trem e viajar.Mas como o trem não vem nesta cidade,viaja-se belamente na poesia,assim como nesta sua bela arte inspiradora.
As vezes o tempo fica meio de brincadeira,mas a saudade de estar aqui é uma cosntante.
Bju.