quinta-feira, junho 2

Trama da Arte


 Trama da Arte 

Permito desvendar-me
Na trama da arte
Do meu pensamento

Completarei minhas reticências
Sem interferências
E perdoarei todas as ausências
Germinadas nas minhas carências

Exclamarei alto e forte toda emoção
Inundada no meu coração
Poetizarei devoção

Explicarei minhas interrogações
Com respostas achadas e perdidas
Nas minhas escolhas

Entre tantas vírgulas de idas e vindas
Enfim...
Colocarei o ponto no meu texto
Após o meu reencontro final!

(Carla Fernanda) 

Imagem: tonipercepcaoemovimento.blogspot.com

40 comentários:

Mafia Sonora disse...

Lindo texto como sempre, e que o reencontro final gere outros textos e vários pontos finais, beijão Carla :-)

Machado de Carlos disse...

A arte mar um tempo. Uma História. Uma vida.
Belíssimo poema!

silvo disse...

Es seguro que se podrá rehacer la comunicación ante el reconocimeinto de la situación antterior, bello poema, bella reflexión, besos

José Sousa disse...

Carla! Sempre com uns poemas que me fazem sentir! Lindissimos!

Um beijo grande.

Joop Zand disse...

It's wonderful Carla...you make me happy.

warm greetings, Joop

Arnoldo Pimentel disse...

E que o ponto final seja no seu melhor momento, beijos.

Ives disse...

Que a luz possa brilhar sempre, assim como a poesia que quer busca-la, abraços

Everson Russo disse...

Arte de amor,,,de todos os mais belos sentimentos,,,pintura feita da alma,,,dos sonhos e desejos...grande beijo de lindo dia pra ti querida.

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!!

Uau!!Adorei a poesia!!
É a vida com coragem, com fé!
Beijos pra ti!!
Lindo dia!!

Majoli disse...

Querida, também eu quero colocar esse ponto após o meu reencontro final.

Milton Nascimento diz em uma canção o seguinte:
"Certas canções que ouço
Cabem tão dentro de mim
Que perguntar, carece
Como não fui eu que fiz"

Digo isso para ti, pois a poesia és tu, mas sou eu também.

Beijos com carinho para ti.
Adoro te ler, muito!

Andradarte disse...

Toda a pontuação no sítio certo....
Lindo poema
Beijo

Guará Matos disse...

Coloque-se num ponto de espera. Algo novo será tua luz.

Bjs.

reptilio disse...

muchas veces no tenemos ni la pregunta ni la respuesta...

buen dia carla

Carla Fernanda disse...

Majoli esta é deveras uma linda canção! Amanhã trarei-a para você.
Obrigada!

Fred disse...

E o bolo tava bemmmmmmm bom... hehehe!!!
O níver é sábado, querida!
Bjz!

Montserrat Llagostera Vilaró disse...

Carla Fernanda, de gran belleza son sus
Poemas. Beijos, Montserrat

Célia Gil disse...

Há momentos em que nos saberia muito bem ter resposta para tudo, pontos de exclamação para a vida e pontos finais para o que não interessa. Nem sempre resolvemos os pontos de interrogação e reticênciasteremos sempre. Um sábio poema e uma ótima reflexão. Bjs

Antony Sampayo disse...

Una hermosa poesía con la ingeniosa mención de puntos ortográficos.

Besos.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carla
Ficou-me uma interrogação: Como fica o coração?
Bjux

Carla Fernanda disse...

Nas exclamações Wanderley! kkk

Felipe Paulo disse...

Bom dia Carla,
Linda poesia,se desfendar
na trama da arte do pensamento.
Bjs abençoada noite,cheia de paz!

marlene edir severino disse...

E que venha o novo
depois do ponto,
de igual ou maior beleza!

Um beijo!

Marlene

Bruno JP Teixeira disse...

SHOW!!!
VC TEM TALENTO HEIN...

ABRÇS
BRUNO JP TEIXEIRA
O PORTUGA

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

A arte nunca terá ponto final no cosrão daqueles que a cuidam com carinho. Para a arte... reticências.Parabéns, Carla. Beijos

Leonel disse...

Gostei deste joguinho com os finais dos versos, acho que isto tem um nome, mas eu não sei nada de poesia, só sei que é bonita!
E a imagem da meditação também...
Abraços!

Toninhobira disse...

A trama da arte,que trama o ponto final.Voce esta esbanjando poesia minha amiga.Isto ficou lindo demais para a busca do desfecho que faz o dia parar para lhe abençoar.Meu carinhoso abraço nesta arte de lindamente poetar.
Bju de luz.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Carla! Passando para te desejar uma ótima noite e apreciar mais um belo poema, com ênfase para a estrofe abaixo:


Completarei minhas reticências
Sem interferências
E perdoarei todas as ausências
Germinadas nas minhas carências

Beijos,

Frtado.

Sergio Martins disse...

Belo poema! Nas notas do amor, vamos nos pontuando e sendo pontuados. Bjs!

Flor de Lótus disse...

Oi,Carla!Eu também me sinto assim as vezes tantos pontos,mas os que mais me dominam são as interrogações e as reticências.
Beijossss

Sandro Ataliba disse...

Que o ponto nunca seja, de fato, final.

Maria selma disse...

Também concordo com Sandro...beijos Carla Fernanda

Machado de Carlos disse...

Olá!

Desculpe-me por somente agora, poder responder ao seu “Bom Dia”. É que troco o dia pela noite! Então fica valendo aqui a minha o meu agradecimento pela sua atenção!

Abraços!

Su disse...

Carla... linda mensagem nessa poesia...

fico aqui com minhas interrogações, às vezes transformadas em exlcamções, e tantas vezes necessário colocar um ponto final, que prefiro seguir com as reticências... assim para o futuro aberto, inesperado... que surpreenda e traga amor...

Beijinhos e uma linda sexta pra ti!

Su.

lucidreira disse...

Temos que elogiar, seus poemas reflexivos nos torna um admirador incondicional. Ponto de interrogação sem ponto final
Abraço

Everson Russo disse...

Um grande beijo de bom final de semana pra ti amiga.

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!!

Deixo meu beijo!Tenha uma ótima sexta!

Fred disse...

E vai dizer que aniversário não é uma forma de reveillon?!? Heehehehe!!! Bjz, querida!

R. R. Barcellos disse...

- As interrogações, manda-as à razão;
- As axclamações, remete-as ao coração.
- As reticências vão para a esperança,
- Pontos são soluços, vírgulas suspiros.
- Em parágrafos de saudades escreve teu poema!

- Lindo escrito esse teu, Carla... Beijo.

Carla Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carla Fernanda disse...

Barcelos uma bela cínteso dos meus versos.
Obrigada!