terça-feira, junho 14

Relativo

Relativo 

A verdade do relativo
Leva-me a certeza do que digo
E traz-me presente o inconstante
Do que vivo a cada instante

Conduzindo-me
Ao novo ser
Que vou me transformando
Quando acabo de nascer
Já é hora de morrer

Para viver como tudo que passa
E vai nos deixando o que foi
Para sermos
Quem somos

(Carla Fernanda) 

Imagem: ceciliaclair.blogspot.com

38 comentários:

Mafia Sonora disse...

É como dizem quando estamos começando a aproveitar alguma coisa ela pode estar prestes a acabar, beijão Carla :-)

silvo disse...

Todas esas transformaciones deben tener un fin, besos

Ana disse...

Gostei do seu cantinho.
Beijinhos.

José Sousa disse...

Mais uma vez aqui estou para ler seus textos!
São lindos e muito bem inspirados! Adorei mesmo!

Com um grande abraço.
Vá ate meus espaços, principalmente no "Transpondo Barreiras" e no "Poemas da minha Alma".

Ricardo Steil disse...

Divino! Divino! Divino!

Rô... disse...

oi Carla,

e é assim que caminha a vida,
e nos ensina a viver,
vamos nos transformando e nos
moldando aos novos
momentos...
sempre um aprendizado!

beijinhos

Everson Russo disse...

Que cada instante seja um momento unico, que a paz esteja presente, e o amor sempre consciente,,,grande beijo de lindo dia pra ti.

Su disse...

amei, a imagem e a poesia se entrelaçam nas palavras... e assim vamos nos encontrando e nos transformando... e nos surpreendendo com a vida com o incerto que parecia certo...

Beijos e um lindo dia! Su.

lucidreira disse...

Os ensinamentos vem com a vivência. Daí aprendemos com as relatividades da vida.
Abraço

Ray* disse...

Belo texto querida. boa semana

Simone Martins2 disse...

Bom dia Carla, as vezes sinto isso, quando começo a viver, algo aconteçe e me faz voltar a estaca zero...Mas faz parte da vida ne? Belo!

Fred disse...

Adoro esse lance da cobra que engoliu o elefante. Pura poesia!!! Bjz!

Tunin disse...

A gente aprende todo dia. Sempre voltamos à estaca zero.E aí está a beleza que você imprimiu em seus versos. Maravilha de meditar! Abração.

Vivian disse...

Bom dia,Carla!!

As vezes acontece exatamente isso...e vamos aprendendo!!
Linda a poesia!!Beijos pra ti querida!

ॐ Shirley ॐ disse...

Bonito poema, Carla. Realmente, mudamos a todo instante. Beijos!

Felipe Paulo disse...

Boa tarde Carla,
É triste quando estamos mudando, conquistando, tudo vir a se acabar sem termos a oportunidade de desfrutar ou voltarmos ao ponto de inicio. Que imagem interessante, adorei, uma cobra engolindo o elefante. Será possível?Incrível.

Bjs ótimo dia repleto de boas novas!

Carla Fernanda disse...

Felipe um desenho que faz parte da linda história de ANTOINE DE SAINT- EXUPÉRY "O PEQUENO PRÍNCIPE".

Montserrat Llagostera Vilaró disse...

Bonito Poema.
Y el dibujo del Pequeño Principe, estupendo para acompañarlo.
Es verdad todo es tan relativo.
Beijos, Montserrat

Felipe Paulo disse...

Olá Carla,
Obrigado de coração pela indicação do livro, agora posso saber um pouco mais.Valeu!!!
Bjs abençoado dia! :D

reptilio disse...

el principito siempre me pone de buenas

buen dia chica

:$ Carloos ' disse...

Estou passando aqui pra fazer uma visita :]
gostei muito do #blog, volto aqui sempre que puder visita o meu blog, segue ou comenta :} eu sigo de volta, seja bem vindo (a) : http://carlosyurii.blogspot.com/ *--*

Antony Sampayo disse...

Todo lo bueno se acaba rápido, Carla.

Besos.

RELTIH disse...

EXCELENTE SU REFLEXIÓN.
UN ABRAZO

Evanir disse...

A amizade, nasce e cresce como flor,
mas para ela viver,devemos cultivar com amor.
Rega-la a cada amanhecer.
Manter a sinceridade sempre
Não quero sua amizade por um
unico Dia.
E sim para toda vida.
Depois da flor vem a semente.
Vamos planta-la.
Nossa amizade enraizada.
Até o fim da nossa jornada.
beijos meus,Evanir.

orvalho do ceu disse...

Olá,
Venho convidar-lhe para o meu post do dia 15 onde participamos um número considerável na BCFV em que debateremos a JUVENTUDE...
Participe vc também!!!
Seja sempre muito bem vindo(a)!!!
Bjs de paz
http://espiritual-idade.blogspot.com/

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carla
Tudo é relativo, não existem certezas. Vamos vivendo e nos transformando a cada dia.
Bjux

Crista disse...

\o/

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Hola amiga carla, gracias por su bella poesía.
He dejado mi voz recitado un poema en mi blog que espero que le guste.
Con ternura
Sor.Cecila

R. R. Barcellos disse...

- A vida é a jibóia,
- O sonho é o elefante,
- A gente é o chapéu,
- E você é uma Pequena Princesa
- Que morava num asteróide
- E que veio poetar pra mim,
- Perdido no deserto.
- E agora que me cativaste
- Serás eternamente responsável
- Por mim...

- Genial. Beijos.

Carla Fernanda disse...

Tá grande poeta Barcelos troquemos então de lado desta vez, pois já poetizavas tão belo para mim...
Carla

Vanuza Pantaleão disse...

Tudo muda, tudo passa, o aqui e agora, vive-se o momento...
Gostei, amiga!
Um carinho imenso!!!

orvalho do ceu disse...

Querida Carla
BCFV: Blogagem Coletiva Fases da Vida
Espero por vc, tá???
Bjs de paz

Vanuza Pantaleão disse...

Solitário, pois perdeu seu grande amor e sofre sua perda calado e triste
É isso, minha doce amiga. A felicidade não foi feita para todos...
Boa noite, querida!

Leonel disse...

Meus comentários de vez em quando somem do seu blog!
Eu falei que lembrava daquela figura, mas só lembrei de onde a vira quando você citou Saint-Exupéry.
Já viu a quantas anda minha cabeça?
Abraços, Carla!

Carla Fernanda disse...

Leonel não faço nem idéia de como somem estes fujões. Só a google pode nos informar este mistério.
Desculpa amigo!

Rosemildo Sales Furtado disse...

A vida é bela, porém, é curta. Portanto, devemos aproveitá-la o máximo porque o que é hoje, poderá não ser amanhã.

Beijos,

Furtado.

Carla Fernanda disse...

Tens toda a razão Rosemildo!

Majoli disse...

Amiga querida, voltei!!

É essa transformação que estou a viver, e tem me feito um bem danado o encontro de mim com mim mesma.

Beijos, com saudades.