quarta-feira, abril 6

Minha voz


Minha voz

Um dia habitarei lugares distantes
e olharei para trás,
para tentar encontrar minha voz
que o tempo não vai levar.
Antes sim,
ela ficará cada vez mais firme e forte.
Meu grito
 ficará no barulho da água
 que volta para a terra,
e misturado no vento
que sopra os seus cabelos, 
espalhando o meu perfume no ar.

(Carla Fernanda)

Foto: Cachoeira, Dom Dilvério, MG (Janeiro de 2011)

31 comentários:

Poeta del Cielo disse...

Y Ela a de ficar no tempo y entre brisas e ventos se escutara o sentir que ela deixo doce aroma que no perfume plasmo...belo poema Carla...

Saludos
Otima semana
abracos...

Obrigado por acompanhar minhas letras... de coracao Gracias.

Vozes de Minha Alma disse...

Carla, só posso resumir o que senti com uma palavra: SENSACIONAL!
Um abraço e um beijo.

silvo disse...

Buen lugar para establecer el grito, besos

Arnoldo Pimentel disse...

Sua voz ficará firme onde passar. Muito lindo e inspirado seu texto, parabéns.Beijos.

Meias de Seda (Suzy) disse...

Oi, Carla.
Passando para lhe desejar um bom dia e agradecer a visita.
Bjinhos ;)

Simone Martins2 disse...

Bom dia, a minha voz ninguem ira calar, pois soa forte com o tempo e fica cada vez mais, longe do silencio...Bjin e bom dia, amei e participei....Fique com DEUS!

Everson Russo disse...

Ela ficará mais forte quando ecoar no infinito e demonstrar todos os sentimentos...grande beijo de bom dia.

Leonel disse...

Beleza essa cachoeira!
Minas tem cada cantinho legal, hein?
E frases igualmente inspiradas!
Abraços!

Guará Matos disse...

Desculpe-me o longo comentário, mas é tão lindo quento seu poema:

SANGRANDO
(Gonzaguinha)

Quando eu soltar a minha voz por favor, entenda
Que palavras por palavras eis aqui uma pessoa se
entregando
Coração na boca, peito aberto, vou sangrando
São as lutas dessa nossa vida que eu estou cantando
Quando eu abrir a minha garganta, essa força tanta
Tudo que você ouvir, esteja certa que eu estarei
vivendo
Veja o brilho dos meus olhos e o tremor nas minhas
mãos
E o meu corpo tão suado, transbordando toda raça e
emoção
E se eu chorar e o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante que o teu canto é minha força
pra cantar
Quando eu soltar a minha voz por favor entenda
É apenas o meu jeito de viver o que é amar
___
Bjs.

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo lugar...

Obrigada pela sua visita.

Um bom dia pra vc Carla.

beijooo.

Jeovana Linhares disse...

Passei aqui por acaso e fiquei impressionada com a beleza das suas poesias. Você escreve muito bem e com muita emoção e verdade.
Que coisa linda esta poesia "Minha Voz".
Meus parabéns! Pelas suas palavras sei que é alfuém mais do que especial.
Voltarei mais vezes!!
Jeovana Linhares

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Carla
Que seu grito seja ouvido nos quatro cantos, e que se canto seja de alegria e paz.
Bjux

Tunin disse...

Que maravilha de poeta que tu és, Carla! Simplesmente espetacular! Abração.

Carla Fernanda disse...

:) tá!

Carla Fernanda disse...

Obrigada =)!!!

Vivian disse...

Olá, Carla!!

Ficou linda a poesia!!
Gostei do visual novo!!
Beijos!!
Lindo dia pra ti!!

Angela Fonseca disse...

Liiiindo! Também acredito que um dia todos habitaremos lugares distantes, mas deixaremos sempre a nossa marca por onde vamos passando. Só que você transforma isso em poesia. E eu fico admirando... Beijinhos, Angela
http://noticiasdacozinha.blogspot.com

Evanir disse...

Querida amiga parabens pelo poema .
perdoe a demora em visitar vc estou só com o not ,,e tenho problemas de vizão.
O pc esta no conserto nem mereço mais esta.
Um lindo dia beijos meus,Evanir.

www.aviagem1.blogspot.com

RELTIH disse...

DISCULPE, PERO TENGO UNA INQUIETUD: Wanderley Elian Lima, Rosemildo Furtado y Carla Fernanda, son la misma persona? disculpe mi inquietud, es que he venido notando que los tres blog, publican al mismo tiempo. ofrezco disculpa si llego a incomodar, con mi pregunta.

Mariana disse...

Energiaa, assim crreio que este blog está cheio.
Que teu grito não seja em vão.
Acreditar devemos sempre.

Amapola disse...

Boa tarde, querida amiga Carla.

Lindo!!
O eco eternizará a sua voz... O seu grito!

Um grande abraço.

(Muito obrigada pelo carinho)

Um brasileiro disse...

oi pessoa. tudo blz? estive por aqui. muit legal e bonito o texto. gostei. apareça por la. abraços.

Carla Fernanda disse...

Não Reltih!
Publicamos coincidentemente muitas vezes depois da meia noite para que a data das postagens fique atualizada, entende? Somos pessoas diferente e na verdade, conheço-os apenas através da web. Nossa amizade é muito legal e temos muito incomum, mas é virtual!
Não incomoda não!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Carla! Belo poema. Pequeno na estrutura, mas gigante na profundidade. Linda imagem também.

Beijos,

Furtado.

Cristi@ne disse...

olá linda afilhadinhaaa.. passando pra deixar meu carinho e uma beijokaaa
Deus abençoe!
;)

lucidreira disse...

Que o eco dos seus gritos façam chegar aos ouvidos dos que se fazem de surdos, diante da sua beleza de gritar.
Abraço

Mauro S disse...

Que lindo, Carla, você que escreve estes textos (poesias)?
Assim que souber te passo a informação, porque é preciso tomarmos uma atitude.
Beijos!

Xipan Zéca disse...

Carlinha Fê.....

Nesse dia então não vou sentir teu perfume apenas, sentirei tua presença ... Porque estarei lá também habitando tão longínquos lugares!

Deusssssssssssskiajude
Beijo
Tatto

Carla Fernanda disse...

Sim eu escrevo Mauro e pode chamar como quizer, texto ou poesia. Fica a vontade!

Katia Cristina disse...

Também gosto de pensar que minha voz vai continuar a ecoar quando eu for embora.
bjs

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

Buenas noches amiga Carla:
Bonitos versos aunque aprecio en ellos inquietud,
el pasado quizás la haga gritar al viento....
Con ternura y un beso
Sor.Cecilia