terça-feira, julho 20

Dia do amigo

Eu e Ully, Eulália e Jully, Arlete e Katy e Simone.
Meu cachorro Ully feliz com a sua família e algumas amigas queridas.
Quando Ully morreu em 2005, às 17:30h, na clínica veterinária, não pude ir buscá-lo no mesmo dia. Tinha que ir trabalhar. Era professora do EJA, do turno noturno. Então, fui dirigindo e chorando para a escola, que era bem distante da minha casa. Chegando à minha sala, consegui ainda dar boa noite aos alunos e contar o que havia acontecido. Daí em diante, permaneci chorando com um lenço nas mãos e escrevendo no quadro o assunto da aula. Os alunos permaneceram sentados, calados e imóveis em suas carteiras. Ninguém falou nada, nada mesmo, das 19:00h até às 22:00h. Foi incrível! Interessante porque foi a aula mais silenciosa da minha vida de professora. E foi só a lição do dia. Ficou para sempre. O comportamento afetuoso dos alunos foi surpreendente, algo muito precioso que guardo com todo carinho e respeito. Só amigos de verdade compreendem e são capazes de sentir a dor e também a alegria do outro, até na mesma intensidade.
No intervalo, chamaram o diretor, que veio até à minha sala para saber o que se passava.
Por isso, nós professores somos especiais! Por termos tantos e tantos amigos alunos pela vida afora.

Feliz dia dos amigos para todos!

5 comentários:

Mari Amorim disse...

O Amor nunca deverá ser responsabilizado por dores,perdas ou danos e tem amplos poderes para neutralizar todas as batalhas, sejam elas emocionais, familiares ou sociais...FELIZ DIA DO AMIGO,
BOAS ENERGIAS!
Beijos,
Mari Amorim
Brincando Com a Rima

lucidreira disse...

Com a passagem do dia 20 de julho de 1969, dia em que o homem pisou no solo lunar, ficou instituido o dia do amigo ou amizade.
Que parabenizar pelo dia e dizer, amigo e coisa pra se guardar e também uzar.
Abraço

Monja de Clausura Orden de Predicadores disse...

también te deseo un día muy feliz del amigo. El amor da precio a todas las cosas, por eso un buen amigo es el mejor regalo que podemos tener en la vida.
Con ternura
Sor.Cecilia

BLOG DO IERB disse...

eu lembro carla! agente trabalhava juntas a tarde lá no Benjamin! Foi realmente mt sofrido pra todos ver seu sofrimento!
bj Thiala

Blogat disse...

Num momento de sofrimento,solidariedade é vital.E amigos nos dão isso.Bom tê-los!