quinta-feira, agosto 6

O melhor pai do mundo é o meu


Na alfabetização, eu tinha 5 anos de idade e meu pai me incentivou a faltar aula. Minha mãe ia trabalhar e ele não queria me levar para escola. Acabei reprovando. Mas ele me ajudou em diversas coisas, depois de eu reprovar, ele mudou de ídeia, começou a me levar para a escola, começou a me incentivar a ir para escola, começou a me ajudar no dever de casa.
Quando minha mãe se separou dele, ele ficou triste, meu pai foi morar na casa da minha Tia Elda. O nome dele é Enio Freire Lobo. Quando minha mãe teve uma filha com outro homem, ele ficou com raiva até hoje.
Eu vou para casa dele todo sábado, ele se preocupa comigo. Para mim ele é o melhor pai do mundo!!!

Aluno: Glênio Andrade Lobo (5º ano B) - Lab. Informática

2 comentários:

Àlvaro (4º ano A) disse...

È, acho que você é a família mas feliz do Brasil.Será que é verdade?

Santa Terezinha do Menino Jesus disse...

Que bom que você pensa assim do seu pai. Eu também penso assim do meu. O nome dele era Fernando.